segunda-feira, 23 de março de 2015

Amor próprio: a chave para a felicidade



Assim como precisamos de dar amor, para receber amor, a nossa felicidade começa dentro de nós - e amor próprio é o melhor lugar para começar. Afinal, se você não se amar a si mesma, então nada do que fizer lhe vai trazer muito prazer.

Aqui estão algumas idéias sobre amar a si mesma incondicionalmente para que o seu amor e felicidade transbordem para fora de si como uma fonte de alegria.

1. Comprometa-se a cuidar de si a cada dia. Isso significa exercício, comer saudável e praticar uma boa higiene. Deixar-se estagnar, em qualquer uma dessas coisas, não é muito amoroso. Você não trataria alguém que você ama, alimentando-a com lixo, deixando de lavá-la ou nunca deixá-la correr e brincar!

2. Expresse gratidão - para si mesma! Agradeça ao seu corpo. Ao seu cérebro. Os seus talentos. A sua vontade de trabalhar duro. As suas realizações. Os momentos em que  é extra atenciosa. A sua compaixão. Sempre que fizer algo que você iria elogiar ou agradecer a alguém, agradeça e elogie a si mesma também. "Bom trabalho!"

3. Faça uma lista de coisas que a fazem feliz. Escolha pelo menos UMA para a prática diária. Jardinagem? Ouvir música? Correr? Dança? Jogar? Passear com o cão? Frisbee? Yoga? Fotografia? Leitura? Um episódio de "Game of Thrones"? Dê a si mesma o tempo de fazer algo que a faz sentir-se bem, todos os dias. Não o dia todo, não à custa das suas responsabilidades, mas tire algum tempo para recarregar as baterias e mostrar a si mesma que se importa consigo.

4. Aproveite o tempo para escrever algumas realizações do ano passado. "Nada para escrever?" Pense mais. Talvez não tenha  considerado algumas das suas realizações! Será que você, por exemplo, consegue se manter acima da água financeiramente? Realização. Congratule-se. Muitas, muitas pessoas não conseguem fazer isso. Você alcançou algum objetivo físico? Pense em todas as coisas do dia que você faz bem - dica: são as coisas que você faz bem e considera muito fáceis e chatas. Nem todos podem fazer o que você faz, e sem esforço!

5. Limpe a desordem. Isto é muuuuito terapêutico! Limpar o seu armário e a sua casa é o primeiro passo para limpar sua mente de toda a negatividade que é apresentada lá. Deixe de lado coisas que você não usa e / ou que não lhe trazem alegria. Se você não usa ou não a faz feliz olhar para ele, por que ainda o tem?

6. Pare de se comparar aos outros. Em vez disso, compare-se com o você do ano passado ou a partir de uma década atrás. O que aprendeu? O que tem feito? Como está mais sábia? De novo - procure fundo se nada vem à mente neste exato momento.

7. Faça mais do que você é boa e o que você ama. A auto-estima e amor próprio são companheiros. Para se amar a si mesma, precisa apreciar o que faz bem. Construa o seu conjunto de habilidades, expanda seus conhecimentos e mantenha a alegria a fluir! Quando faz o que ama, você é dinâmica, entusiástica, e tão cheia de paixão que você atrai e inspira outras pessoas - o que é um belo impulso! Fazendo o que você ama alimenta o fogo interior que torna a vida tão suculenta e então vale a pena viver!

8. Desapegue-se. Dor temporária, como a de abrir mão de um relacionamento destrutivo, é apenas isso - temporário. E  melhor para do que ficar num relacionamento que faz- se sentir mal sobre si mesma.

9. Conte uma história melhor. O que diz quando fala sobre si mesma? Fala sobre si mesma como fala do seu melhor amigo? Se não, pare com isso. Comece a falar gentilmente, com respeito e com amor sobre si mesma.

10. Todos os dias, passe dois minutos, a sorrir para si mesma ao espelho. Comece o dia assim. Demonstre-se que está feliz em ver e ser você. Um sorriso realmente engana o seu cérebro de que "está tudo bem" - mesmo que esteja num humor terrível, isso funciona. Dentro de 2 minutos vai-se sentir mais feliz.

Adaptado de: www.scheilagrade.com

terça-feira, 17 de março de 2015

Reiki



Como o Mestre Mikao Usui definia o Reiki:

"O Reiki é uma técnica de cura espiritual e cura energética. A cura espiritual proporciona o relembrar da consciência universal enquanto a cura energética remove os sintomas da mente que causam desordens a nível físico.
Quando as doenças físicas se manifestam, elas são acompanhadas de importantes mensagens para o desenvolvimento ou despertar espiritual da pessoa que as contrai. A cura energética, por si só, pode resolver desordens mentais que causam problemas a nível físico, contudo, a verdadeira cura não acontecerá a menos que se entenda a mensagem espiritual acoplada à desordem mental.
O Reiki traz harmonia ao lado energético, curando verdadeiramente a mente e o corpo, e proporcionando também mudanças ao nível da consciência."


Algumas indicações terapêuticas e benefícios do Reiki:

-Promove a saúde e o bem estar
-Promove relaxamento profundo
-Melhora a qualidade do sono
-Elimina bloqueios energéticos
-Promove equilibrio emocional
-Promove o aumento da frequência vibratória
-Promove a eliminação de stress
-Diminui o processamento mental excessivo
-Auxilia em estados de depressão
-Elimina a ansiedade
-Equilibra o ritmo cardíaco e a pressão arterial
-Melhora o funcionamento do sistema imunitário
-Alivia dores (incluindo as crónicas) e tensão muscular
-Refina os sentidos e a intuição
-Traz mais serenidade, calma e confiança para o dia a dia
-Auxilia na criação de soluções para os desafios diários

-Actua como complementar a práticas terapêuticas mais -agressivas, tais como quimioterapia ou radioterapia
-Redução de efeitos secundários provenientes de tratamentos de quimoterapia e radioterapia.
-Auxilia na preparação pré-cirúrgica e recuperação pós- cirúrgica